Histórico

HISTÓRIA

A origem do nome de Capivari do Sul refere-se ao rio que banha a região. Ele nasce após o Banhado do Quilombo e deságua na Lagoa Capivari. A denominação de Capivary foi dada pelos indígenas e significa Rio das Capivaras, devido presença destes animais na região.

Em 09 de Setembro de 1980, pela Lei n° 1.752, foi criado o Distrito de Capivari, sancionada por Jorge Dariva, Prefeito Municipal de Osório, constituindo-se parte pelos distritos de Passinhos e Palmares. A emancipação de Capivari do Sul ocorreu em 28 de dezembro de 1995, sob a Lei Estadual nº 10.634, sancionada pelo governador Antonio Brito.

As etnias predominantes são italianos, espanhóis, alemães, negros e principalmente portugueses. A tradição açoriana foi marcada através do linguajar, das lidas domésticas, gastronomia, crenças religiosas, ditos populares, festas, danças e agricultura.

Capivari do Sul está localizado no entroncamento das rodovias RSC 101, principal rodovia de escoamento econômico do Mercosul, interligando o norte ao sul do país, e a ERS 040, que liga a Região Metropolitana ao Litoral Norte do Estado. O município fica a 78 quilômetros de Porto Alegre, com grande movimento turístico durante os meses de verão.

O município é constituído pela sua Sede e dos distritos de Rancho Velho, localizado às margens da ERS 040, distante a 11 quilômetros do Centro, e da Santa Rosa, localizada às margens da RSC 101, a 7 quilômetros da Sede,local onde está sendo implantado o Polo de Geração de Trabalho e Renda de Capivari do Sul.

Tem como marco histórico da Revolução Farroupilha o Rio Capivari devido à passagem de Giuseppe Garibaldi com suas tropas em 1839, onde alcançou o Rio Tramandaí por terra com seus lanchões, seguindo então até Laguna, no Estado de Santa Catarina.

Passados 175 anos deste feito, a população local ainda revive esta história através de projetos que reúnem arte e conhecimento, com destaque para A SAGA DE GIUSEPPE GARIBALDI EM CAPIVARI , que ocorre a cada dois anos durante a Expofeira.

O relevo é composto de planícies, com altitudes de 14 metros em relação ao nível do mar. Seu clima predominante é o subtropical. Como característica da região sul tem as quatro estações do ano bem definidas. A vegetação nativa é rasteira, podendo em seus campos ser encontrado figueiras, taquareiras, aroeiras, sinamomos e maricás. O município é banhado pela Lagoa das Palomas, pelo Banhado dos Nunes e pelo Rio Capivari.

A economia do município baseia-se no plantio, indústria e comércio de arroz irrigado; plantio, indústria e comércio de madeira, pinus elioti e eucalipto; criação e comércio de ovinos, bovinos , equinos e psicultura.

Como atividades culturais, de lazer e desporto dispõe de futebol de campo, futsal, vôlei, bailes, domingueiras, festas religiosas, feiras, rodeios e Motocross. Tem como entidades atuantes no setor educativo sócio-cultural a Associação das Entidades Gestoras da Expofeira do Parque Municipal de Eventos (AGEPAME), Piquete de Laçadores de Capivari, Tropeiros da Cultura, Associação dos Aposentados e Pensionistas Idosos, Sindicato dos Municipários, Associação Desportiva Capivariensa, Associação Cultural Desgarrados, Clube Capivariense de Modelismo e Associação de Artesãos.

Atualmente, o município conta com quatro escolas:

– Escola Estadual de Ensino Médio Arthur da Costa e Silva;

– Escola Municipal de Ensino Fundamental Capivari;

– Escola Municipal de Ensino Fundamental Télbio Farias Cardosos (Santa Rosa);

– Escola Municipal de Ensino Infantil Mundo Encantado.